Magic flowers

Brincar com cores formas e texturas é uma forma de flertar com a beleza subjetiva das coisas.  Vivemos em um mundo maravilhoso – mas estamos tão focados em sobreviver ao invés de viver que acabamos não vendo o universo de possibilidades ao nosso redor. 

Cada nova cor, cada nova textura é uma nova imagem – uma nova foto que por si só conta uma história diferente da original .

Sempre penso quando vejo uma imagem – mesmo que seja uma simples flor – que suas cores e contrastes contam uma história. Cores quentes quase sempre contam histórias vibrantes, alguns azuis são como constelações, outros evocam solidão… tons sépia o passado fictício dos romances machadianos.

Talvez eu tenha apenas uma mente excessivamente imaginativa e isso não seja nada para quem olha. 

Não podemos aceitar uma sociedade com dois pesos e duas medidas   

Não defendo que Lula seja santo. Não acredito em utopias – mas acredito que vivamos o momento em que definimos se seremos uma nação hipócrita ou se de fato caminharemos para a mudança que noa fará mais éticos. 

Precisamos sim investigar e punir – mas de forma clara e com provas. Que a propaganda não seja o nosso norte, mas a verdade.

Que havendo provas ambos sejam investigados com o mesmo afinco. Que não fechemos os olhos para um ou outro por ideologia partidária. 

O que vemos hoje são dois pesos e duas medidas como se ficar apenas em Lula validasse todo tipo de especulação. Quero uma sociedade melhor e isso exige de mim e de todos nós objetividade . Então que se investigue, mas investigue a todos com o mesmo afinco e que se traga provas. E havendo provas que se puna independente da bancada. 

Mas as coisas só chegaram ao ponto que desejamos quando nós também fizermos nossa parte fechando q porta das pequenas corrupções do dia a dia. É a nossa conivência que sustenta o sistema. Se em cada instância da sociedade buscarmos dia a dia “ser a melhor versão de nós mesmos” boa blindamos o sistema contra o nepotismo (não usamos o parentesco como influência profissional em especial no serviço público) nos blindamos contra a corrupção não pedindo favores ao “deputado fulano ” “ao vereador sicrano” visto que é dever deles atender às necessidades da comunidade como um todo e não dar cargos – por mais irrisórios que seja- em troca de manter seu voto no cabresto. Quando nos forçamos dia a dia a ser íntegros e honestos fortalecemos a justiça estrangulamos o imenso parasita que nos impede de ter qualidade de vida de 1 mundo. 

Já alimentamos por tempo de mais a máquina parasitárias. As investigação são um sintoma da nossa necessidade de mudança estrutural. Que esse sintoma não morra, Que ele ganhe força e fôlego e evolua assim como a nossa mentalidade neste momento divisor de águas.