“Golpe de 64 foi crise político-militar sucedida por quarteladas”

Nós que não vivemos a ditadura olhamos com horror os abusos cometidos contra os nossos semelhantes, a violência da repressão, a tortura, o fato de psicopatas terem conseguido liberdade para dar vasão a seus instintos sobre jornalistas e estudantes. Mas nos esquecemos que toda história tem dois lados, e por isso elegemos heróis, ídolos.
Precisamos nos lembrar que as pessoas que lutaram contra a ditatura militar são tão humanas e falíveis quanto quaisquer outras. Não estão isentas de serem corruptas ou mesmo tão cruéis quanto seus velhos torturadores.
Elegemos inadvertidamente estes velhos “heróis” pensando nas glorias do passado, sem olhar o presente, os esquemas de mensalão, o dinheiro na cueca, as obras sem licitação, a censura.
Vivemos uma ditadura mascarada de liberdade e que pode ser tão cruel quanto o regime militar iniciado em 1964.

REPÚBLICA BANANA PEOPLE

Há 50 anos, uma crise interrompia o regime democrático no Brasil e dava início a uma nova e difícil fase da história do país. Na visão do deputado federal Alfredo Sirkis, o movimento de 1964 não foi um propriamente golpe, mas uma crise que, seguida por uma série de “quarteladas”, levaram o regime a uma ditadura de fato, chegando ao ápice em 1969. Nesta semana, publicamos o depoimento de membros da REDE que viveram aqueles dias e tiveram suas vidas profundamente alteradas pelo golpe de 64.

Alfredo Sirkis, à esq., durante greve no Colégio de Aplicação, em 1967

A trajetória de Alfredo Sirkis já é bem conhecida nas suas memórias “Os Carbonários”, publicado logo após seu retorno. Abaixo, os principais trechos da entrevista com o deputado federal.

* * *

Golpe

Eu tinha 13 anos quando aconteceu o golpe. Estava no colégio Andrews e tomei conhecimento que havia algo diferente quando, voltando do colégio, vi tropas da Polícia Militar em volta do Palácio Guanabara…

Ver o post original 1.025 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s