Conforme matéria do Brasil247, Lula abandonou os meios tons e implementou o senso de urgência ao definir as prioridades da extrema-esquerda nessa questão: o PT vai com tudo tentar implementar a censura de mídia. Lula disse que a “questão da regulação da mídia é imperiosa”. Há pouco tempo atrás, Franklin Martins, o Goebbels brasileiro, já havia dito que era preciso “desesperadamente regular a mídia”.

Como em todo e qualquer discurso mau caráter de censores dissimulados, o que mais vemos é o empilhamento inacreditável de fraudes intelectuais.

lula_mensalao

Você já parou para pensar sobre as batalhas da guerra política? Lembremos algumas delas: liberação das drogas, desmilitarização da PM, ataque às instituições, etc. A todas essas questões podemos nos referir como “batalhas” dentro de todo o conjunto de esforços na guerra política, venham esses esforços do lado da direita ou da esquerda, que normalmente se posicionam em pólos opostos nestas batalhas. Nenhuma dessas batalhas, porém, é mais importante e estratégica do que aquela que acaba de entrar em seus momentos decisivos no Brasil: a luta pela censura de mídia em prol de um governo socialista.

Conforme matéria do Brasil247, Lula abandonou os meios tons e implementou o senso de urgência ao definir as prioridades da extrema-esquerda nessa questão: o PT vai com tudo tentar implementar a censura de mídia. Lula disse que a “questão da regulação da mídia é imperiosa”. Há pouco tempo atrás, Franklin Martins, o Goebbels brasileiro,

Ver o post original 970 mais palavras

Anúncios