coisas que acho legais · Minhas opiniões · moda, saúde e beleza

Alimente-se bem

Coma para viver – não viva para comer!

Gosto muito desta frase, isso porque nós, seres humanos somos naturalmente propensos a excessos. Alguns de nós escolhem o excesso de alimentação para preencher algum tipo de vazio emocional, visto que o ato de comer para muitos de nós é naturalmente prazeroso. No entanto quando comemos muito mais do que o nosso organismo precisa além de obviamente ficarmos gordos nós perdemos coisas importantes. Não estou falando de roupas que não servem mais. Estou falando de auto estima e do próprio prazer em comer.

Basta um teste simples para comprovar do que estou falando.

teste 1. Durante sua refeição diária você come apressadamente ou saboreia? Se come apressadamente com certeza não sente o gosto daquilo que está comendo e por isso acaba comendo mais do comeria se desacelerasse um pouco.

teste 2. Você repete o prato ou faz uma serra muito grande? Primeiro o que respondeu que repete a refeição, quando come a primeira pratada a comida tem um sabor. Na segunda observe, o sabor não é mais o mesmo. Isso é o seu corpo dizendo que está indo longe d+ e que ele está satisfeito. Agora o que respondeu que coloca no prato o monte Everest, no começo da refeição você sente o sabor do que está comendo e lá pelo meio do prato pode prestar atenção que o trabalho fica mais árduo como se a comida começasse a pesar.

teste 3. Você costuma comer algo doce após a refeição? Sabia que é saudável. Quando você não exagera no prato principal é natural ainda sentir uma pontinha de fome ou de desejo de algo saboroso. Bem, é nessa hora que um brigadeiro ou um pedacinho de doce fecha a refeição com chave de ouro. Veja bem 1 brigadeiro e não uma panelada, um pedacinho de doce e não uma torta inteira.

—–

Agora vamos falar o outro tipo de exagero, o de não comer o suficiente para se manter saudável.

Vivemos em uma ditadura da que cultua a magreza exagerada através das modelos esqueléticas que mais são cabides de roupas que mulheres normais.

Neste caso não se tem prazer em comer e nascem dois tipos de distúrbios alimentares a anorexia e a bulimia.

Na anorexia a pessoa tendo uma visão distorcida de si mesma vai reduzindo a quantidade de alimentos ingeridos até seu corpo chegar ao estado da desnutrição profunda. É uma doença que pode ser fatal.

Na bulimia a pessoa sente-se culpada por comer e tendo uma visão distorcida de si mesma acha que está sempre gorda se obrigando a regurgitar o alimento até chegar ao ponto de ferir o esôfago e não ser mais capaz de se alimentar normalmente.

Comer é uma atividade prazerosa, e isso não é ruim ou errado. Se Deus nos permite ter prazer em nutrir o nosso corpo é porque em sua sabedoria nos quer saudáveis na medida do possível. Saudáveis e felizes, por isso não devemos sentir culpa por comer o que quer que seja, o que devemos ter cuidado é com o excesso. Tudo que é exagerado faz mal para o corpo e a alma.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s