Vejo partidos falando de inchaço estatal como se a redução de servidores fosse a solução, mas o que eu vejo é que mais do que um estado cheio de servidores é a falta de consciência do que é ser um servidor.
Fomos educados para pleitear a estabilidade do serviço pulico, nos matamos estudando para concursos, mas não nos conscientizamos que a palavra servidor significa que estamos a serviço do povo.
A maquina estatal não vai bem porque a maior parte dos servidores não entendem que fizeram um compromisso de servir o bem estar de outrem.
Em todos os setores da vida nós brasileiros temos sido mais egoístas do altruístas, buscamos mais vantagens do que responsabilidades, queremos mais ganhos que ônus e isso se reflete na nossa sociedade.
Reclamamos das desigualdades, e da corrupção mas somos tanto vítimas quanto agentes.
Política e bem estar social estão entrelaçados a ética e honestidade em todos os setores da vida.
Se queremos um serviço publico mais eficiente e menos oneroso devemos começar pelos servidores públicos mais bens pagos assumindo suas responsabilidades, são eles prefeitos, deputados, senadores, governadores etc… um politico eleito é servidor publico tanto quanto um professor concursado ou um médico efetivo.
Se queremos enxugar a maquina estatal que comecemos enxugando os salários dos nossos políticos que são via de regra são servidores públicos ineficientes e não fazem jus ao ganho exorbitante nas nossas costas.

aécio-neves-no-Roda-Viva

No início desta semana (mais propriamente em 2/6), Aécio Neves foi o entrevistado do Roda Viva, da TV Cultura.

Sua entrevista me surpreendeu pelo bom número de respostas assertivas, principalmente quando ele demonstrou saber usar a combinação de esperança (em sua proposta) e medo (do oponente). Com certeza, é muito mais do que eu esperava.

Claro que ajustes precisam ser feitos, como a adição de maior emoção na linguagem, além de palavras mais fáceis no cotidiano. Mas, em termos de oposição ao governo do PT, finalmente vimos um bom papel desempenhado.

Atualmente, muitos da direita criticam o PSDB por ser de esquerda, o que é uma verdade. Mas o fato é que o PSDB, como partido de esquerda moderada, pode adotar uma agenda com muitos aspectos que interessem à direita (muito mais do que faria o PT) por pressão da opinião pública de direita.

Entre as propostas de Aécio encontram-se…

Ver o post original 679 mais palavras

Anúncios