A copa no Brasil não está fazendo tanto sucesso quando a GLOBO e afiliadas querem fazer parecer.

Na minha idade – não ousem me chamar de velha kkk – já vi algumas copas do mundo e todas mais animadas que esta. Há um entusiasmo morno movido mais pelo ponto facultativo e o churrasco que pelos jogos em si. O motivo é que o Brasileiro a muitos anos não ficava tão sem dinheiro e sem direitos.

A abertura oficial teve protestos pelo país, com bombas de gás, balas de borracha, pessoas feridas e manifestantes detidos. Houve confrontos em São Paulo, Rio de Janeiro, Manaus, Porto Alegre, Belo Horizonte, Distrito Federal, Fortaleza e Salvador. Segundo balanços divulgados pelas polícias militares até o início da noite, ao todo, ofcialente 53 pessoas haviam sido detidas.

 

O esforço das mídias televisivas em mostrar uma imagem positiva dos jogos como se o país estivesse todo em festa só demonstra que a realidade é bem oposta. Enfrentamos uma crise financeira, as pessoas comuns não tem dinheiro, tanto que nunca houve uma copa com tantos televisores encalhados e promoções mirabolantes, as comemorações são muito mais em torno de trabalhar um turno a menso que pelos jogos em si, há mais bebida que comida nas casas porque a cerveja e a cachaça “anestesiam a alma e promovem um tipo de catarse” Os assassinatos, assaltos, acidentes por embriagues e estupros aumentaram. Duvida? Procure a delegacia mais próxima e verifique os números. Enquanto a TV mostra bandeiras verde-amarelo e pessoas “eufóricas” os nossos números de mortos nas grandes cidades supera os números de mortos diários de mortos em zonas de guerra.

Mesmo os artistas que se diziam a favor dos protestos agora mudam seu discurso para “já que já está tudo pronto, vamos comemorar”, Mas comemorar “o que?” “Uma festa linda?” sem infra estrutura, super faturada e pior com indícios de fraudes com relação a arbitragem????????????????

As pessoas que ainda possuem além da capacidade critica a força motriz que deveria agitar todo cidadão de bem – amor próprio e vergonha na cara – estão indo as ruas, mas isto a rede “Bobo” não quer mostrar e quando mostra é muito a contra gosto dando mais destaque aos mascarados que estão lá apenas para tumultuar e depredar.

Não somos um país em festa pelos jogos, somos um país de trabalhadores cansados e sobrecarregados que comemoram poder sair do trabalho mais cedo pelo menos uma vez por semana. Trabalhadores que se reúnem com a desculpa do futebol para beber além do que seria saudável na tentativa de esquecer as contas que vencem no fim do mês, o crediário atrasado, a mensalidade vencida da escola dos filhos, a gasolina que é tão cara que o carro é só para trabalhar e olhe lá, o transporte coletivo que é lotado além da capacidade, caro e ineficiente, etc…

Aqui em Goiânia quantos jornais noticiaram o “Fora Dilma”??promovido pelos servidores da UFG que reivindicavam, por meio de greve, a abertura de novos concurso públicos para provimento de vagas ociosas e otimizar o atendimento a alunos, professores e comunidade. Mesmo os moradores enfiavam as cabeças para fora de janelas sacadas gritando não apenas fora Dilma, mas um rasgado “Vai tomar no cu” em pleno setor Bueno.

Não é só contra a Dilma que estamos insatisfeitos, mas com todos dos nossos “Governantes” visto que não servem ao povo que os elegeu, mas apenas a si mesmos.

Sou a favor de nestas eleições os corajosos que não tem medo de represálias não apenas votem nulo mas que divulguem sua escolha nas redes sociais. Se as mídias – Jornais impressos e televisivos se recusam mostrar a insatisfação do Brasileiro pintando um quadro da copa que mais parece um delírio de Policarpo Quaresma – que agitemos nossa insatisfação não apenas nas urnas, mas no único meio de comunicação que “Ainda não foi censurado” 

Anúncios