Pleno sabadão a noite, volto para casa depois de um ótimo happy hour e uma caipvodka não muito boa no Mercatto do setor Bueno(o do Shopping Flamboyant é melhor). Aqui me jogo preguiçosamente no sofá procurando algo para ver. Dia de Sábado nem a tv por assinatura escapa dos programas ruins o que me parece mais interessante é uma dramatização sobre a história Bonnie & Clyde .

Descrição:

 

A vida de Bonnie Parker e Clyde Barrow será narrada em uma minissérie em dois episódios, com exibição simultânea em três canais dos EUA: History, Lifetime e A&E.
Com roteiro de John Rice e Joe Batteer, a história apresenta a trajetória de Bonnie (Holliday Grainger, de The Borgias), uma garçonete que se muda para o Texas com a mãe Emma (Holly Hunter, de Top of the Lake), uma costureira que está em busca de uma vida melhor em plena era da Grande Depressão.
Lá ela conhece Clyde (Emile Hirsche) que, na companhia do irmão Buck (Lane Garrison) e de outros, forma uma gangue para praticar diversos assaltos a pequenos bancos, lojas e postos de gasolinas. Ao se unir ao grupo, Bonnie também passa a ser procurada pela polícia, liderada por Frank Hunter (William Hurt, de Damages), um patrulheiro do Texas.
No elenco também estão Sarah Hyland (Modern Family), Elizabeth Reaser, Austin Hebert (True Blood) e Dale Dickey.

A nova produção Bonnie & Clyde promete basear-se o máximo possível na história real da dupla, contando como Clyde, um assaltante já condenado, conquistou a impressionável garçonete de uma pequena cidade, Bonnie, e como os dois embarcaram em uma das séries de assaltos a bancos mais famosas da história.

download

Quase todo mundo já ouviu falar sobre o icônico casal e sua onda de crimes nos USA, sendo os equivalentes aos nossos Lampião e Maria Bonita, Corisco e Dadá sobre os quais todo brasileiro já ouviu falar na escola, mas poucos se lembram ao sair dela. Isto talvez porque a industria do entretenimento norte americana tenha mais interesse e capricho em explorar a história do que a nossa industria do entretenimento tem na nossa própria historia

imagesGosto do canal History, até certo ponto. A fotografia de suas dramatizações de fatos reais e “supostamente reais” é de fato impecável. Cenários, figurinos, maquiagem, paisagens é tudo impecável. A série Bonnie & Clyde não é exceção – então qual o problema?

O problema é o exagero em alguns floreios. Não sou contra um ou outro floreiro nas histórias para prender o espectador, mas as dramatizações as vezes pesam a mão em situações nitidamente inverossímeis  que muitas vezes comprometem o resto do trabalho.

Até agora estou gostando bastante de Bonnie & Clyde e apesar de alguns floreios a + e de saber como a história acaba quero muito ver como eles farão o este final.

Anúncios