Bom dia!

Não é a primeira vez que falo aqui no blog do problema dos flanelinhas em Goiânia. Não pretendia tocar novamente neste assunto, mas hoje enquanto vinha para o trabalho – sempre venho com o rádio ligado – acabei ouvido sobre o tema na Radio Interativa.

O fato é que não sou apenas eu me sentindo indignada e coagida. Pela quantidade de mensagens lidas no ar fica bastante claro que este é um problema generalizado. Em todos os lugares da cidade temos de fato um problema de estacionamento e diversas pessoas usando de má fé aproveita-se deste problema para nos coagir a pagar para usar espaços públicos

Dois pontos que eu queria tratar neste post.

Primeiro:  o fato de a policia dizer que é preciso denunciar estes bandidos Aff. Há um problema sério aí, pois quando ligamos para a policia quase sempre somos tratados com descaso, pois as viaturas tem “problemas mais sérios” para atender. Entendo que em face da criminalidade o caso do flanelinha nos extorquir possa parecer um crime menor, embora eu não veja nisso grande diferença de um assalto propriamente dito.

images (1)O problema com os flanelinhas hoje tomou tal proporção que acredito que não seja mais um caso para denuncias isoladas, mas para um trabalho ostensivo tirando estas pessoas da rua em pleno flagrante. Afinal é para isso que serve a policia. Para nos proteger de bandidos. Bandidos que por conta própria lotiaram as calçadas e ruas da nossa cidade e cobram de nós trabalhadores para usarmos um espaço publico apoveitando-se do fato de não haver vaga para todos e principalmente do medo que temos (em especial as mulheres) de sofrermos alguma violência caso não paguemos ou que nosso carro seja danificado ou roubado em represália.

O poder publico tapa os olhos dizendo que devemos denunciar estes flanelinhas e se esquiva da responsabilidade de através do policiamento tirar estes indivíduos das ruas. É simplesmente um jogo de empurra-empurra e nós que somos penalizados.

O segundo ponto do qual quero falar é do problema do estacionamento propriamente dito.  Estado e município parecem cegos para uma incrível fonte de receita que seria a criação de estacionamentos públicos como ocorre nos EUA e EUROPA. Em regiões como o centro de Goiânia, Campinas, Setor Oeste etc.. se fosse construído um estacionamento de dois ou três andares, com tarifa acessível seria uma imensa fonte de receita e resolveria e muito o problema. Quem iria estacionar na rua se tivesse a opção de maior segurança por um preço acessível, e considerando a demanda dificilmente seria um problema para os estacionamentos pagos já existentes que continuariam lotados.

Goiânia pela deficiência do transportes públicos tem uma quantidade assustadora de carros, mas não está estruturalmente preparada para eles. Faltam politicas publicas que ajudem a aliviar as ruas, a mobilidade publica melhoraria muito apenas tirando das ruas o mar de carros que ficam estacionados durante o horário comercial.

Anúncios