Poema ….

Impregnado de teu silencio diurno, a noite imagem pungente de lua cor de sangue. Toco o peso de tua vida, mais inocente que as árvores, mais vasta que a pedra e a morte. O meu desejo traz o perfume da tua noite, minha escuridão a tua estrela, chama viva cravada na alma

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s