Minhas opiniões

Sobre o panelaço

Quando penso que o brasileiro começa a ter um pouco mais de consciência sobre a sociedade descubro que ainda somos 99,9% acefalos politica e economicamente falando.

Não estou dizendo que sou contra panelaço, ou protesto nas ruas, mas sou contra a forma acéfala como muitas pessoas entram no “jogo”.  Bater panela é uma forma de chamar a atenção, de atrair a mídia, de demonstrar indignação. Sim. claro, com certeza. Mas estamos batendo panela por que mesmo? Para pedir fora Dilma? Que bem isso vai fazer a essa altura do campeonato? Tirar a Dilma vai reduzir a corrupção? Vai devolver os bilhões que perdemos todos os dias em caixas 2, 3.. etc…

Estamos batendo panela por utopias? Hora de por o pé no chão e começar a olhar onde doi de verdade. Nosso bolso está amargando o fato do dinheiro ter sumido do mercado.

Governos federais, estaduais e municipais dizem que “caiu a receita” Te pergunto você parou de pagar impostos em 2014? Creio que não porque abasteceu seu carro – tinha imposto na gasolina – usou eletricidade em casa e no trabalho – tinha imposto – comeu, tomou banho, usou telefone – para tudo isso pagou imposto – usou serviços bancários – pagou imposto por isso – usou carro – pagou imposto por ele e pelo uso das ruas. Se pagamos tudo isso como caiu a receita ???

Diante disso estamos batendo panela pelos motivos errados e agindo como retardados. Hora de começar a gritar PARA ONDE FOI O IMPOSTO QUE PAGUEI ? – Esse é o motivo certo. Se o imposto fosse empregado onde deveria não estaríamos com esse problema NACIONAL.

Não adiante pensar que só nosso Goiás está quebrado. A quebradeira é no país todo e se não começarmos a moralizar as finanças publicas não vamos sair desse buraco.

Como moralizamos as contas publicas?

R: A meu ver, primeiro reduzindo a quantidade de parasitas – digo políticos (Ministros, deputados, senadores… acessores) Cortando os auxílios que permitem os luxos pagos com nosso dinheiro. Não adianta sangrar a carne do servidor publico se os peixes grandes continuam nadando de braçada no nosso dinheiro. Assim as contas nunca vão fechar.

Segundo. Exigindo que o dinheiro roubado seja devolvido aos cofres públicos. O cara foi pego fazendo o que não devia que tudo que ele tem seja confiscado pelo estado para pagar a divida que ele fez. Ah está no nome da esposa e dos filhos. Problema deles, roubo é roubo. Porque só o ladrão de galinha é penalizado?

Terceiro – moralizar os programas sociais; Quer dar auxilio isso e aquilo – beleza – condincione a um período e a um curso profissionalizante. Não adianta dar dinheiro se não dá ao cidadão de baixa renda a chance de sair da linha da pobreza. Finalizado o curso profissionalizante que ele ande com as próprias pernas.

Quarto – invista em educação. Transforme o professor no PROFESSOR de primeiro mundo.

 

Se tenho razão. Não sei. Não sei mesmo, mas é o que penso.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s