Faz algum tempo eu vim falar aqui de umectação com oléos naturais, peguei a dica em outro blog que eu sigo o https://meioenrolada.wordpress.com/ e achei mega interessante. Desde então tenho feito no meu cabelo com óleo de uva.

Primeiro experimentei um óleo de farmácia, não vou dizer que o resultado tenha sido ruim. Li muitos rótulos de óleos baratinhos aos mais caros e claro que nenhum deles é 100% natural. Para isso acredito que só comprando em lojas de produtos naturais. Se eu puder dar um conselho, pague mais caro e compre um sem aditivos. Mas, se como eu você está com a grana curta opte ou pelo azeite de oliva extra virgem ou tenha consciência que o resultado do óleo capilar de farmácia não será o mesmo do óleo natural.

Chega de ressalvas, vamos aos fatos.

img1418395551552

Meu cabelo tem bastante química – fui bem cruel com ele em um espaço de oito meses – então não fiquei decepcionada.

Usando o óleo de farmácia, que nem é o mais indicado, eu percebi que mesmo o cabelo estando aparentemente limpo que o óleo busca uma série de residuos que ficam invisíveis no couro cabeludo. Sério!!! Duas vezes precisei lavar o cabelo cedo e deixei para fazer a umectação a noite, para lavar novamente da manhã anterior ( já não gosto do resultado do meu cabelo lavado sem esse pré shampoo) Neste processo além do óleo notei, escovando suavemente o cabelo, que saía um resíduo bem discreto. Percebi também que meu couro cabeludo fica limpo por mais tempo e não acumula tantos resíduos, mesmo eu ficando mais tempo sem lavar. Quando não faço o champi e demoro a lavar percebi que forma uma espécie de macinha que o shampoo sozinho demora mais a tirar. Nunca tinha notado este pequeno acumulo no couro cabeludo, talvez por ele nunca ter ficado tão “limpo” antes, a não ser quando lavava no salão ou com anti resíduos, que aliás está quase banido do meu banheiro. kkkk

O óleo não é uma varinha mágica que vai recuperar o irrecuperável. Meu cabelo tem bastante química – fui bem cruel com ele em um espaço de oito meses – então não fiquei decepcionada. Nunca esperei milagres, mas devo confessar que fiquei um pouco assustada com o tanto que ele quebrou nas primeiras aplicações, achei até que estaria fritando o cabelo, as depois eu percebi que o tanto que saiu não fez diferença nem no volume, nem no comprimento. Pelo contrário, meu cabelo ficou com aspecto mais saudável, sem tantos ressecados e a quantia de pontas duplas

antes e depois do champi

antes e depois do champi no ínício do processo

diminuiu. Na hora me desesperei um pouco e pensei em parar tudo. Mas sou cabeça dura por natureza e valeu a pena perseverar.

Sobre as pontas, eu não tinha intenção de cortar o cabelo por agora, mas depois de tudo ele ficou sem corte, mas não por estar desigual, pelo contrário, começou a ficar fio reto e eu não gosto. Então tirei só as pontas mais secas modelando sem mexer no comprimento e agora meu cabelo não verá tesoura por um longo longo longo tempo.

Sobre o crescimento – acho que é a parte que mais interessa a todo mundo. Fiquei chocada com o tanto que meu cabelo cresceu. Em um mês notei a diferença de dois dedos. Claro que estou fazendo o champi pelo menos duas vezes por semana, então isso conta muito. O crescimento foi assombroso, tanto que tive que retocar a tinta com menos de 15 dias porque a raiz estava

Meu cabelo hoje - com quase dois mêses de champi

Meu cabelo hoje – com quase dois mêses de champi

muito evidente e saudável, com uma maciez que dá vontade de ficar passando a mão. Penso que em algum tempo ( projeto a longoooo prazo ) quando tiver renovado o cabelo ele será todo muito mais forte e sedoso do que nunca e mais resistente às químicas que faço.

A massagem tem efeito relaxante e acho desestressante, nunca faço só vinte minutos e a incidência de dor de cabeça diminuiu. Lembrando que tenho enxaqueca crônica é raro ficar mais de 15 dias sem ter crise.

A diferença na qualidade dos fios é gritante bem como a diferença na saúde do couro cabeludo. E eu nem estou fazendo o tratamento com o óleo natural, é aquele de farmácia, que ainda tem uma certa quantidade de “impurezas.” pelo fato de ser mais barato e mais fácil de encontrar.

Outra coisa que percebi é que a minha pele melhorou também. É inevitável o óleo escorrer um pouco para o rosto. Caro que eu sempre lavo meu rosto direitinho e uso cremes, mas notei que minha pele deu uma melhorada, em especial porque do nada tinham me aparecido umas acnes fora de época pouco antes de iniciar o uso do óleo e fiquei com medo de piorar, mas melo contrário. Parece que fez foi reduzir a oleosidade. – fica a dica.

Anúncios