Discrepância de valores

Três fatos que bombaram nas redes sociais – O assassinado de uma jovem na área de alimentação do Burití Shopping com tentativa de suicídio do namorado homicida, a morde do cantor sertanejo Cristiano Araújo e a critica de Zeca Camargo. – O que essas três coisas tem em comum? O fato das reações a estes três eventos foi morbidamente exagerada.

Nossa sociedade está sofrendo com uma grave doença chamada alienação. Damos mais valor a fatos que chocam nas redes sociais e/ou causam polêmicas, e nos esquecemos dos temas importantes que de fato afetam nossas vidas todos os dias.

Temas como a redução da quantidade de políticos vivendo as custas dos impostos que pagamos, o fato de pagarmos duas vezes pelo mesmo serviço ( ipva e pedágio), o aumento dos itens básicos de alimentação – (esta semana fui comprar cebola e estava 7 reais o quilo) o fato de que não cobramos eficiência e eficácia dos serviços e obras publicas (nossas obras são superfaturadas sim, duram o dobro do tempo para ficar prontas e não tem a qualidade esperada).

Perdemos a maior parte do nosso tempo nas redes sociais vendo ou criticando os vídeos mórbidos que são compartilhados sem nenhum motivo válido, apenas para propagar a desgraça alheia e deixamos de agir na vida real como seres humanos conscientes da nossa cidadania.

Deixamos de ser solidários e repassamos informações pela metade pelo prazer de polemizar, afinal todo mundo está falando no assunto “x”. Quantas pessoas que criticaram o Zeca Camargo de fato leram a crônica? Não estou defendendo, ele fez sim uma declaração desastrada. Cultura é muito mais amplo do que sugerem os pseudo intelectuais, mas as reações a ele foram tão exageradas quanto matar uma mosca com uma bomba atômica.

Temos tantos outros temas precisando dessa atenção, dessa vontade de “fazer algo a respeito.” Mas quando se trata de temas mais ligados a sociedade e a política as pessoas ficam com preguiça já que não dá só para sair soltando farpas para todo lado, é preciso pensar de verdade no assunto e se posicionar seriamente.

Estamos envenenando as redes sociais com polêmica atrás de polêmica em uma busca desenfreada por curtidas, likes, compartilhamentos – estamos fazendo o mesmo que ocorreu no Twitter quando as pessoas buscavam seguidores sem se importar com quem eram ou por que te seguiam, afinal o importante eram os números. A quantidade. As pessoas chegam ao ponto de oferecer “troco likes” em especial no instagram. Qual o sentido de “trocar likes” até onde eu sei você curtir determinada foto ou postagem em qualquer rede social é um ato pessoal de gostar e demonstrar isso, no entanto quando isto se torna objeto de barganha perde o sentido. O “like” se torna vazio em uma corrida por popularidade.

comportamento_redes_sociais_empregoAs pessoas contam quantas vezes determinado vídeo foi compartilhado ou curtido como medida de popularidade e muitas vezes ao se importam com o real conteúdo do mesmo, ou se ele vai chocar ou ofender alguém. Assim acabam se proliferando o bullying virtual, vinganças de cunho sexual(expor vida sexual da ex parceira) etc…

Acredito que o que postamos deva passar por três crivos básicos.

1º É verdade. – Gente não custa nada ver se a informação é verdadeira antes de compartilhar.

2º Vai ofender ou magoar alguém?

3º É relevante de alguma forma?

 

Exemplos de noticias falsas que volta e meia estão nas redes sociais.

1º Batons das marcas X tem chumbo e causam câncer. – o fake existe desde o fim da década de 90 quando circulava como span nos nossos e-mails e mesmo assim volta e meia bomba nas redes sociais.

2º Facebook/ whatsapp  vai ser pago, a não ser que você repasse a mensagem no seu mural/ou para os contatos em tanto tempo.

 

Exemplo de postagens que ofendem

Qualquer vídeo ou foto que exponha negativamente a vida de outra pessoa sendo conhecida sua ou não.

vídeos e fotos com pessoas mortas, viceras, animais torturados etc. Quem faz estes vídeos e posta tem algum distúrbio mental, quem compartilha está compactuando com isso e pior pode estar incentivando o dito cujo a repetir o ato e até a fazer pior.

 

Redes sociais são ferramentas de comunicação e interação, são murais em que nos expomos então há que se ter critério para não ferir nossa imagem e não ferir nossos semelhantes – tudo que postamos um dia pode voltar para nós ou voltar-se contra nós. Na internet as modas são passageiras mas o que postamos em nosso nome não. A rede não esquece e não apaga então o comentário sexita, maldoso ou escatológico de hoje pode sim te fazer mal no futuro quando você nem lembrar mais que disse aquilo.

Anúncios

4 pensamentos sobre “Discrepância de valores

  1. Pingback: Discrepância de valores | Cosmopolitan Girl

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s