Arwen Releituras

Gente, terminei de ler “A revolta de Atlas” a empreitada de aproximadamente 1900 páginas me absorveu até sábado, mas valeu a jornada.

Lembrando que no post passado eu disse que não sabia se era uma leitura que eu indicaria, bem agora posso dizer que sim, eu super indico.

O que me chamou a atenção?

1° O desconforto inicial com as ideias apresentadas e mesmo com a construção dos personagens. Sério, fiquei curiosa por discordar dos protagonistas Hank e Dagny. Eles em um primeiro memento me pareceram pessoas vazias e frias. No entanto a medida em que o romance se desenrola percebemos que eles é que vivem em uma sociedade doente e cheia de valores invertidos.

2º Muitas das nossas doutrinas religiosas e algumas filosóficas pregam a caridade. Nós espíritas sempre repetimos que “fora da caridade não há salvação”, “o espírito deve superar os anseios e paixões da matéria” etc… Não acredito…

Ver o post original 728 mais palavras

Anúncios