Já faz algum tempo que ouvi falar dos shampoos maravilhosos da Aussie. Tenho amigas que usaram e amaram, mas não tinha experimentado ainda.
Acontece que não tenho contato recente com nenhum conhecido que tenha viajado para muambar e comprar de estranhos, honestamente eu não confio muito, em especial porque não ficava tão barato assim e acho que temos bons produtos no mercado nacional.

Bom, a P&G resolveu vender o produto em terras Tupiniquins e agora que chegou oficialmente nas farmácias resolvi comprar.

Vamos as minhas parcas reflexões.

1º Por que um produto popular, que lá fora custa entre 3 e oito doletas faz tanto sucesso aqui?

Por mais que tenhamos bons produtos no mercado o nosso bom está na faixa do regular. Somos um país com um mercado imenso e que investe pouco ou quase nada em tecnologia e isso cria uma brecha no mercado.

As muambeiras de plantão aproveitaram bem, começaram a trazer o produto popular e a lucrar MUIITO com ele. E lucram porque para a maioria das pessoas ele atende sim a expectativa.

Comecei a usar o produto na semana passada e comparei o resultado das primeiras lavadas com o que eu estava usando – O apaga Danos da Fructis – que está entre os melhores que experimentei nos últimos anos e foi melhor para o meu cabelo que as linhas reconstrutoras da acquaflora.

imagesO resultado realmente difere muito. Já foram 3 lavadas usando shampoo e condicionador e gostei muito da textura do cabelo, da maciez e da facilidade para escovar depois. O produto é concentrado e usando pouco já faz efeito.

Se faz milagres – a resposta e NÃOOOOOO.

Por mais que prometam não existe produto que faça milagre. Se seu cabelo está quebrando muito, ressecado ou cheio de pontas duplas a resposta chama-se tesoura e deixar crescer saudável sem tanta química.

Mas mesmo assim eu gostei muito. Compensa pelo preço de 39,90 cada. Para quem está disposto a pagar sim. Para quem tem um orçamento apertado, fique quem o Frutcis que é excelente e mais barato.

Se eu censuro o preço abusivo. – Com certeza, mas eu entendo que a empresa tenha chegado a ele pela demanda. Por saber que a consumidora vai comprar. E acredito que não adiante chorar o leite derramado, o que precisamos é começar a exigir mais qualidade no mercado interno para não precisarmos comprar o popular lá com preço de luxo aqui.

 

Anúncios