Vendo isso só consigo pesar que nós aqui no Brasil estamos engatinhando – seja na questão energética propriamente dita – seja na capacidade intelectual dos nossos pensadores que não tem investimento suficiente para a pesquisa cientifica visando criar tecnologia brasileira. Engatinhamos enquanto o mundo corre – não é de se admirar que estejamos em plena crise e as pessoas no geral, apesar de afetadas, não fazem ideia do que isso significa.
Em uma nação em que pensar por si mesmo é ser chato, encrenqueiro e até anormal Algo assim é apenas uma noticia que vai passar despercebida pelos meios de comunicação virtual sem apelo ou impacto nenhum na vida de ninguém.
Energia solar, seja como for o modo de captação – seria um grande alivio para a nossa crise de energia, mas ninguém quer tirar o filão das hidroelétricas, afinal oferecer qualquer forma de painel solar a baixo custo para a população seria como atentar contra outro escoadouro de dinheiro público e privaria muitos sanguessugas de sua nutrição diária.

Casa da Sustentabilidade

estradapainel Imagem: Galileu/reprodução

Quem se habilita a investir em uma estrada pavimentada por painéis solares? O engenheiro eletrônico Scott Brusaw e sua esposa Julie, residentes em Idaho (EUA), já arrecadaram US$ 2 milhões por meio de uma campanha no site de crowdfunding Indiegogo para conseguir viabilizar a produção em escala de seu protótipo. Essa quantia veio de 40 mil doações individuais, originadas dos 50 estados americanos e também de outros países. E seu vídeo promocional no YouTube ultrapassou 17 milhões de views.

Ver o post original 234 mais palavras

Anúncios