Sobre os Ministérios… claro que não vai rolar – mas a cpmf firme e forte

Onde estão os movimentos populares? As passeatas? As grandes manifestações? Quando se trata da redução REAL de ministérios, da redução da quantidade de parasitas/digo políticos sendo sustentados pelo nosso dinheiro os ânimos esfriam. Me pergunto por que será?

Resposta nem um pouco chocante – Nenhum parasita/politico quer abrir mão de privilégios, cargo inúteis, vagas para apaniguados. Se PT, PMDB, PSDB e outros estivessem de fato preocupados com o crescimento do país, quisessem que saíssemos mesmo da crise etc… não estariam se matando por ministérios, mas sim apoiando a redução ministerial. Estariam cortado os gastos inúteis que o alto escalão mantém com o nosso imposto, mas ao invés disso eles lutam – pelas nossas costas – pela CPMF.

Não pense que haja partidos contra o tal imposto, isso é mais propaganda porque nós (o povo alienado) precisamos de uma ilusão de oposição, uma ilusão de que estão nos defendendo da incompetência da presidente ao invés de se aproveitar dela. “Eles” nos dão bodes expiatórios para malharmos enquanto mantém a mesma situação insustentável que vem corroendo a estrutura do país. Nosso país não pode crescer economicamente ou em qualidade de vida enquanto não houver verdadeiras reformas na nossa estrutura política e na maquina publica.

Enquanto perdemos tempo batendo no bode expiatório (Dilma) desviamos nossa atenção das questões realmente importantes –  NÃO PRECISAMOS DE MAIS IMPOSTOS – PRECISAMOS QUE OS IMPOSTOS QUE JÁ PAGAMOS SEJAM USADOS CORRETAMENTE.

Basta cotar ministérios, gabinetes, comissionados, quantidade de deputados, senadores etc e sanar o escoadouro de dinheiro que são os cargos de confiança e apaniguados que sobra dinheiro.

 

Anúncios

5 pensamentos sobre “Sobre os Ministérios… claro que não vai rolar – mas a cpmf firme e forte

  1. Eu não bato na Dilma e nem a vejo como um bode expiatório. Ao contrário, votei nela no segundo turno, voto nela todos os dias. E continuarei votando nela até o final de seu mandato conseguido democraticamente.

    Vejo o movimento interno de entreguistas tentando, a todo o custo, fazer com a Petrobras o que já intentaram fazer quando o Ferrando(com o povo sempre) Henrique-cido assim nos traiu com sua PRIVATARIA tucana de R$100 bilhões de danos ao patrimônio público.

    Vejo o movimento ‘CONDOR’ do passado renascendo, não como um condor, mas como uma fênix, mais uma vez capitaneado pelos estadunidenses contra os povos da América Latina.

    A seguir um pensamento organizado sobre isto.

    “América Latina enfrenta guerra simultânea contra democracia”
    “A escritora e jornalista argentina Stella Calloni denunciou, na quarta-feira, dia 20/8, que a América Latina é alvo de uma ofensiva simultânea contra os governos progressistas da região. De acordo com a jornalista, somente a mobilização imediata dos povos pode parar esta ofensiva.” – ADEQUADO?

    Nem petista, nem militante, mas LIXO PETISTA é SHOW!
    Eu não sou militante nem petista; aliás, apesar disto recebi o honroso título de LIXO PETISTA, o qual, diga-se de passagem, achei o máximo.
    Mas se for para combater a tirania e o fascismo da direita cretina e reacionária, estou dentro.
    Virulento, né?
    Parece que a inteligência e a razão tornaram-se comunistas nestes últimos tempos sectários e bicudos.
    Virulento, não é não. Segue o link: http://limpinhoecheiroso.com/2015/08/23/america-latina-enfrenta-guerra-simultanea-contra-democracia/

    Deste modo, penso que os movimentos são muito mais amplos, fartos de chantagistas e escroques que encheram os diferentes parlamentos (municipais, estaduais e federais – Câmara e Senado), transformado estas casas, como bem definiu o lobista da multinacional, no “melhor congresso que o dinheiro pode comprar”. Por coisas assim que eles não querem de modo algum o fim das “doações” de campanha!

    Desculpe-me por ter sido tão extenso.
    Abraço.
    Amor, compaixão, solidariedade.
    Felicidade. Sempre.

    • Eu votei na Dilma tbm, mas acredito que estejam fazendo dela bode expiatório sim. Ela tem um problema seriíssimo de falta de carisma, o que a torna alvo fácil para muitas formas de manipulação da opinião publica. Estão transformando ela no boneco da malhação do Judas. Por mais que eu a ache incompetente em alguns aspectos não sou a favor da retirada dela do poder por um motivo – assim que ela sair vão varrer a sujeira para baixo do tapete.
      Ela está cercada de crocodilos e parasitas que não querem reformas verdadeiras. Vide a situação com os ministérios “em prol da governabilidade”
      Os ataques a ela são muito mais uma forma de desviar a atenção dos problemas reais do que uma verdadeira oposição. Ainda mais depois da ousada proposta de redução ministerial – quem vai querer ceder a cadeira?
      Não acho que o mal seja o PT propriamente, mas a nossa forma de fazer política que está podre desde a raiz – a política do favorecimento, do levar vantagem e que está infiltrada em todos os níveis da nossa sociedade não só no congresso e nos ministérios.
      Acredito que vivemos um raro momento na nossa história, momento no qual podemos repensar nossa forma de fazer não só política, mas de ver o dinheiro dos impostos e os serviços públicos.
      Eu queria que as pessoas compreendessem que não precisamos de uma oposição maniqueísta que brinca de bem x mal, mas uma oposição que fiscalize o uso dos recursos públicos, que ao invés de travar pautas que busque o bem da coletividade.
      Muito obrigada por republicar o meu post.
      Bjs.

  2. Republicou isso em Gustavo Hortae comentado:
    Eu não bato na Dilma e nem a vejo como um bode expiatório. Ao contrário, votei nela no segundo turno, voto nela todos os dias. E continuarei votando nela até o final de seu mandato conseguido democraticamente.

    Vejo o movimento interno de entreguistas tentando, a todo o custo, fazer com a Petrobras o que já intentaram fazer quando o Ferrando(com o povo sempre) Henrique-cido assim nos traiu com sua PRIVATARIA tucana de R$100 bilhões de danos ao patrimônio público.

    Vejo o movimento ‘CONDOR’ do passado renascendo, não como um condor, mas como uma fênix, mais uma vez capitaneado pelos estadunidenses contra os povos da América Latina.

    A seguir um pensamento organizado sobre isto.

    “América Latina enfrenta guerra simultânea contra democracia”
    “A escritora e jornalista argentina Stella Calloni denunciou, na quarta-feira, dia 20/8, que a América Latina é alvo de uma ofensiva simultânea contra os governos progressistas da região. De acordo com a jornalista, somente a mobilização imediata dos povos pode parar esta ofensiva.” – ADEQUADO?

    Nem petista, nem militante, mas LIXO PETISTA é SHOW!
    Eu não sou militante nem petista; aliás, apesar disto recebi o honroso título de LIXO PETISTA, o qual, diga-se de passagem, achei o máximo.
    Mas se for para combater a tirania e o fascismo da direita cretina e reacionária, estou dentro.
    Virulento, né?
    Parece que a inteligência e a razão tornaram-se comunistas nestes últimos tempos sectários e bicudos.
    Virulento, não é não. Segue o link: http://limpinhoecheiroso.com/2015/08/23/america-latina-enfrenta-guerra-simultanea-contra-democracia/

    Deste modo, penso que os movimentos são muito mais amplos, fartos de chantagistas e escroques que encheram os diferentes parlamentos (municipais, estaduais e federais – Câmara e Senado), transformado estas casas, como bem definiu o lobista da multinacional, no “melhor congresso que o dinheiro pode comprar”. Por coisas assim que eles não querem de modo algum o fim das “doações” de campanha!

    Desculpe-me por ter sido tão extenso.
    Abraço.
    Amor, compaixão, solidariedade.
    Felicidade. Sempre.

  3. Se pessoas como toda esta corja política (e aqui incluo absolutamente todos os partidos) fazem o que fazem para tornarmos compulsoriamente miseráveis (de cultura, saúde, segurança, de finanças etc) é porque nossa própria história, com o qual muitos não querem se desvencilhar, permitem que isso se perpetua: cada um protesta por algum favorecimento pessoal no futuro, aderindo apenas ao que for fácil e conveniente, além de não ter estruturas de compreender tudo o que aprova, pelo fato da educação ser sempre deficiente. Ninguém recebe nas escolas educação legal de direitos e obrigações básicas que, antes mesmo de ser jurídica, são verdadeiras lições de cidadania.

    A educação é a principal pilastra para o Brasil prosseguir nas mãos de pessoas de bem. Veja a quantidade de cortes orçamentários e a algazarra que permitem (greves absurdas e abusivas a todo momento e em vários setores ao mesmo tempo).

    Nossos políticos somente governam para potências ricas que possam lhe favorecer na corrupção e não para a sociedade. Prova disso está no fato de se majorar e ressuscitar tudo quanto é tipo de tributo que atinge as classes mais baixas, mas ainda tornando intocável a normatização do Imposto Sobre Grandes Fortunas.

    Tenho feito posts de insatisfação política (https://favodefel.wordpress.com/?s=pol%C3%ADtica), justamente para ver como todos reagem, para ouvir posicionamentos favoráveis ou não, mas o que sinto é que a sociedade tem medo de criticar, de sofrer mais retalhações, enfim… não se manifestam nas horas mais decisivas e impactantes, até mesmo em longo prazo.

    Desculpe todo o comentário, mas tenho quase meus 29 anos e a vida aqui neste país nunca sorriu satisfatoriamente pra mim. Faço o que faço na minha vida e alimento minhas esperanças através de minha própria determinação, com murros em ponta de faca, infelizmente.

    Vocês votaram na Dilma, eu votei nulo. Nunca tinha feito isto e aquele lapso de momento para confirmar o voto nulo, por quem realmente dá valor à isso, pesa muito… vale frações de minutos e não apenas segundos, mas fiz isto. Não por protesto (acho um momento medíocre alguém fazer isto só por protestar), mas porque ninguém, absolutamente, ninguém mencionou suas propostas: o faria, como faria e em que tempo faria. Somente trocaram farpas passadas, onde eu já sabia o que me esperava: mais tempo de fracassos.

    • Você disse uma coisa fundamental – a escola não trata de temas relacionados a direitos e obrigações básicas do cidadão com seriedade.
      È algo que venho falando já faz algum tempo. Nossa cultua “desobrigou o aluno” em especial nas escolas públicas. Tudo é culpa do professor que não pode exigir responsabilidade do aluno – seja com as tarefas – seja com a própria conservação do patrimônio (escola).
      Como alguém que não é tratado como um ser capaz de responsabilidades vai aprender a ser cidadão? Como vai aprender a respeitar o espaço e o patrimônio do outro? Como vai entender que coisa publica não é o mesmo que coisa de ninguém e que é ele quem paga por cada ato de vandalismo e desrespeito? Como ele vai entender o que é realmente corrupção? Que roubar não é só apontar a arma para o seu semelhante, mas é levar vantagem indevida até nas pequenas coisas?
      Que impostos estão embutidos em tudo, no cafezinho, no pão de queijo, no celular da moda, na roupa e que o errado não é haver impostos, mas que eles sustentem uma máquina que não produz bem nenhum para a sociedade.
      Estamos na mesma posição que um cachorro infestado de carrapatos, estamos coçando desesperadamente, mas eles são tantos sugando o nosso sangue que a anemia começa a se manifestar. O corpo demonstra sinais de fraqueza, mas os carrapatos famintos não percebem que se continuarem sugando desenfreadamente e comprometendo a saúde da sua fonte de alimento ambos morremos.
      Não há como manter a integridade de uma estrutura aumentando impostos desenfreadamente, é preciso estancar o vazamento de dinheiro, coibir o desvio de verbas e então a vida volta aos eixos.
      Nossos parasitas não compreendem que estão assassinando o hospedeiro. A evasão de divisas em todos os setores da política e da burocracia (municipal, estatal e federal) chegou a um ponto tão critico que ou cortamos as cabeças das serpentes ou nos deixamos devorar nos tornado uma nação de escravos trabalhando em prol do luxo dos nossos governantes.
      Nossa escravidão não está na chibata, mas nos impostos abusivos e juros altos. Não precisamos de mais impostos, apenas utilizar de forma correta os que já pagamos.
      Por isso digo que o brasileiro não sabe protestar, que vai para a rua pelos motivos errados. Devíamos estar brigando com abaixo assinados – não apenas virtuais, mas físicos – pela redução de ministérios, pela redução de senadores, deputados etc…
      Devíamos estar lutando pelo fim da reeleição – político nenhum devia acostumar-se ao poder.

      Acho que tbm escrevi d+
      obrigada pelo comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s