Passear por Veneza é geralmente sinônimo de dor no pescoço, de tanto olhar para cima e se maravilhar com as vistas e os topos de construções históricas que completam a cidade! Mas isso é apenas met…

Fonte: Veneza é tão linda que até o chão da cidade merece atenção especial

 

Por que não podemos dar o mesmo carinho as nossas cidades? Tratamos a cidade em que vivemos como um ambiente estranho, jogamos lixo nas ruas, esperamos que outros se responsabilizem por sua conservação como se nossa unica responsabilidade fosse pagar impostos e pronto.

Sei que pagamos uma carga tributária alta e injusta – não só em Goiás, mas em em todo o Brasil. Sei que menos de um décimo do que pagamos de fato é revertido em bem para a população – afinal a corrupção é um buraco negro que devora dinheiro e vidas. A meu ver crime de corrupção devia ser tratado como genocídio. -Mas isso não é desculpa para sermos omissos com a cidade em que moramos.

Podemos e devemos sim fazer a nossa parte, não só na conservação da cidade (higiene é bom e cabe em qualquer lugar então não jogue lixo nas nossas ruas, esse lixo enfeia a cidade.) mas principalmente para imprimir a nossa personalidade como sociedade.

Que tipo de sociedade nós somos? Como nos vemos enquanto nação? De que adianta admirar as belas cidades lá fora se não aprendemos com elas?

Dizer que “as cidades de primeiro mundo são melhores poque eles tem história/cultura?” é lavar as mãos e esquecer que mesmo sendo uma nação jovem nós também temos história e cultura. Podemos não ter palácios suntuosos, mas temos a capacidade de criar beleza. Temos capacidade de aprender com experiencias que deram certo em outras cidades, sempre levando em conta nossa realidade.

 

Anúncios