Sabotagem ao governo federal imposta pela dupla após a vitória de Dilma Rousseff em 2014 custou caro ao País: quase 3 milhões de demissões em 2015, que foram resultado da política do “quanto pior, melhor”, colocada em marcha para viabilizar o impeachment; pela primeira vez desde 2004, houve queda no número de brasileiros ocupados, de […]

via Aliança Aécio-Cunha desempregou 2,8 milhões de brasileiros em 2015 | Brasil 24/7 — O LADO ESCURO DA LUA

Anúncios