Em novembro de 2012, a Justiça condenou a empresária Kátia Rabello a 16 anos e oito meses de prisão por formação de quadrilha, lavagem de dinheiro, evasão de divisas e gestão fraudulenta de instituição financeira. Após um recurso, o STF acabou excluindo de sua ficha o crime de formação de quadrilha – que dera a Kátia uma pena de dois anos e três meses. Assim, a ex-presidente do Banco Rural foi condenada em 14 anos e cinco meses. Agora, cumprirá o restante deste tempo em casa.

*Com informações da Agência Brasil

Fonte: Último Segundo – iG @ http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2016-11-30/stf-katia-rabello-mensalao.html

Anúncios