Amor nada mais é que um sonho febril

Pefume – intoxicante que se esvai na madrugada

doces espinhos a rasgar a alma

Ainda sim aspiramos este estranho sonho que nos consome e nos corrói

Sonhamos uma realidade ficional

Deliramos nos labios de quem sequer conhece o gosto de nossos sonhos

Nos afogamos nos desejos do corpo enquanto a alma se despedaça em solidão

Anúncios