Sim estou indignada com o escândalo da carne podre, e mesmo não querendo minimizar o problema – não é o nosso primeiro escândalo da industria alimentícia e não será o ultimo.

O que me choca é que ninguém liga os pontinhos, o escândalo da carne podre é só mais um dos muitos problemas causados pela nossa corrupção estrutural. Da nossa falta de ética, da nossa franca flata de respeito pelo nosso semelhante, da nossa cultua do “levar vantagem.”

Me choca que uma pessoa tenha perdido a vida em um suposto ato de protesto contra Temer e toda essa bandalheira que o cerca e os meios de comunicação ignorarem por completo.

Em que lugar do mundo um suicídio ou assassinato em pleno congresso nacional não vira notícia? Nos tornamos insensíveis ou apenas cegos? Só vemos o que as emissoras de TV e as redes sociais nos permitem ver e discutir?

Se é tao fácil esconder algo que aconteceu em plena luz do dia, a vista de todos o quanto mais somos manipulados pelos meios de comunicação? O quanto nossas opiniões e nossas escolhas são nossas? O quanto estamos vendo de fato o mundo a nossa frente ? OU o quanto nos contentamos e ver sombras de uma fogueira no fundo da caverna e achar que são a verdade do mundo?

Escândalo da carne podre x corrupção x impunidade no congresso e senado x helicoca do Aécio x pedaladas fiscais sendo legalizadas x reforma da previdência x assassinato da CLT – quais noticias são reais e quais existem para desviar a nossa atenção do problema real.

Um homem morreu no nosso “centro de poder” possivelmente protestando ou foi assassinado ou que é igualmente chocante e ninguém fala nada. Será porque a morte dele é associada a insatisfação diante do quadro de corrupção, será que porque a morte dele pode triar as pessoas da inercia quanto a reforma da previdência e da CLT.

Não incentivo o suicídio, mas acredito que uma vez que tenha ocorrido devemos olhar para ele ao invés de desviar os olhos, ele é mais um morto pelas nossas politicas de favorecimento de uma minoria em detrimento da sociedade. Ele é cada um de nós que morre todos os dias um pouco de tanto trabalhar para pagar impostos que alimentam a maquina de roubar ao invés de voltarem para nós como serviços públicos de qualidade.

A imagem daquele homem morte foi o reflexo de cada um de nós que se atreve a ser apenas ativista de sofá. Estamos caindo junto ele e nos espatifando bem na frente de um monte de engravatados que vão olhar um segundo depois vão para seus carros de luxo seus almoços que custam mais que nosso salário do mês , que vão para casa dormir em paz.

Todos nós somos aquele corpo estirado, e ninguém está nos vendo. Somos menos que a bosta de um cavalo para aqueles homens e por isso esse silencio diante da morte de um homem. Para os nossos políticos a maioria de nós não é ser humano, não semelhante ou igual, é força de trabalho, massa de manobra e a morte de um de nós ou centenas de nós é nada. Tanto é nada que continuam comendo caviar  e viajando para o exterior com o dinheiro que deveria ir para saúde, educação, segurança, planejamento urbano, vias de acesso, rodovias…. um dinheiro que é nosso.

Somos explorados e apunhalados todos os dias e pior, somos manipulados para não ver e mesmo quando vemos somos, como gado, direcionados a achar que há apenas um vilão, nos dão alguém para odiar e então seguem nos sugando e apunhalando dia após dia. Nestas ultimas décadas o vilão é o Lula e o PT – Não vou dizer que sejam santos porque não são. Santos não entram no cenário político, mas Lula ousou subverter a ordem e mostrar ao pobre que ele pode desejar mas que dinheiro suficiente para ter almoço e janta (mesmo que sejam só carboidratos e rejeitos que a industria alimentícia não vende para fora ) ele mostrou que podemos desejar qualidade de vida e os nossos poderosos em sua arrogância sem fim ignoram que somos todos seres humanos e se revoltam com isso pois para eles só eles tem direito a pensar, viajar, vestir-se de forma rasoavel, frequentar cinemas e teatros.

Enquanto pessoas como eu sonham em um mundo com menos desigualdades em que todos tenhamos chance de ter qualidade de vida eles acham que isso é direito exclusivo deles.

Salvo os exageros em efeitos especiais e movimentos super humanos talvez nosso mundo seja tão cruel e distópico quanto o mundo de filmas como “O preço do Amanhã” “Matrix” “Elisium.” Estes filmes parecem apresentar um futuro terrível, mas é inspirado no presente.

Não uma inimiga do capitalismo – sou inimiga da falta de ética, da falta de amor ao próximo – da corrupção e das propinas. Quanto mais eu leio e e estudo mais eu vejo que não há modelos sócio-econômicos que sejam de todo ruins há pessoas sendo ruins umas com as outras na ânsia de acumular poder e dinheiro além do que o ser humano é capaz de usufruir.

Um homem morreu – e assim como não contamos as mortes na fila do SUS, no transito, na violência das cidades não estamos contado a morte do homem no congresso. Estamos roubando a humanidade dele e de quebra abrindo mão da nossa. Estamos todos os dias fechando os nossos olhos para o GENOCÍDIO QUE É CAUSADO PELA CORRUPÇÃO TODOS DOS DIAS – E ESTES GENOCIDAS VÃO NOS DAR DUAS GRANDES FACADAS ENQUANTO OLHAMOS PARA A “CARNE PODRE” NOS TIRARÃO O DIREITO DE NOS APOSENTAR E OS DIREITOS TRABALHISTAS PORQUE PARA ELES NÃO SOMOS HUMANOS – SOMOS NADA COMO O HOMEM MORTO NO ESPELHO D’ÁGUA. APENAS ALGO A SER REMOVIDO AO PERDER A UTILIDADE.

O ESCÂNDALO DA CARNE NÃO É O PROBLEMA -É SÓ A PONTA DO ICEBERG O QUE VAI AFUNDAR O BRASIL ESTÁ SOB A SUPERFÍCIE FAZ UM LONGO TEMPO. – E NÓS ESTAMOS DEIXANDO PORQUE TRABALHAR PARA TER O PÃO NA MESA É MAIS IMPORTANTE QUE IR AS RUAS.  

 

Anúncios