Roland Barthes

20121110-205015.jpg O que vem a ser o Grau zero da escrita? Venho tentando entender esta pergunta desde que caiu me minhas mãos o livro de Roland Barthes. Não sou uma autoridade em linguística. Nem tenho artigos publicados. Sou apenas uma Bacharel em Literatura, meio enferrujada na área teórica por ter cristalizado minha vida em sala de aula e me afogado na licenciatura.
Dou aulas não por amor, mas por dinheiro. – horrível admitir que sou mercenária. – Daria aula por amor, se me fosse permitido lecionar o que realmente amo. Literatura. Mas a verdadeira literatura não parece ter espaço no currículo escolar do estado.
Por amor escrevo este blog. Nele coloco as humildes opiniões dos romances que por ventura tenho tempo de ler. Por amor me proponho a dividir aqui minhas reflexões a cerca da língua em minha construção de um projeto para o mestrado.
Tudo está em fase embrionária de modo que aceito opiniões sejam elas de especialistas ou leigos. Afinal a nossa língua está presente em tudo em nossas vidas e qualquer pessoa pode tirar um minuto do dia para refletir sobre ela ou ter alguma ideia perdida que nunca colocou para fora. Se for este o caso, clique nos links a baixo. De uma olhadinha nos meus rabiscos e dê sua opinião, seja ela qual for, sem medo e sem pudor.
Se não quer se envolver com isto e procura apenas relaxar, nos posts tem meus poemas. Pequenos lampejos de uma alma que um dia sonhou ser escritora e esbarrou na própria mediocridade e por isso necessita de um pouco de atenção.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s